IMG-LOGO
BLOG

LINKS

  • www.icdrs.org.br
  • www.diabetes.org.br
  • www.sucodeuvadobrasil.com.br



  • OS BENEFÍCIOS DA UVA E SEUS DERIVADOS PARA A SAÚDE
    CONHEÇA ALGUNS DOS BENEFÍCIOS DA UVA E SEUS DERIVADOS À SAÚDE:

    – Prevenção de doenças cardiovasculares e redução da pressão arterial; – Diminuição dos índices do mau colesterol (LDL) e aumento do bom colesterol (HDL) no sangue; – Redução de danos oxidativos em estruturas cerebrais, podendo reduzir o risco do aparecimento de doenças neurodegenerativas como o Alzheimer e Parkinson; – Melhora na cognição e na memória; – Ajuda na prevenção de alguns tipos de câncer, como os de pulmão, intestino, mama e cólon; – Favorece as funções hepáticas do fígado; – Redução de riscos de doenças renais; – Auxilia no combate à obesidade; – Acelera o metabolismo, reduzindo o ácido úrico, e, consequentemente, combatendo a fadiga; – Aumenta o desempenho de atletas; – Melhora a circulação periférica favorecendo a nutrição para os músculos; – Repara as células do corpo, reduzindo os efeitos do envelhecimento e auxiliando em doenças associadas ao envelhecimento; – Auxilia no funcionamento da flora intestinal; – Fortalece o sistema imunológico, já que possui ativos com poder anti-inflamatório e antimicrobiano.




    PESQUISAS CIENTÍFICAS COMPROVAM BENEFÍCIOS DO SUCO DE UVA PARA A SAÚDE

    Pesquisadores da University of Wisconsin Medical School em Madison pediram a 15 pacientes, que já mostravam sinais clínicos de doença cardiovascular, incluindo artérias entupidas, que bebessem diariamente um copo de suco de uva. Após 14 dias, os testes sangüíneos revelaram que a oxidação nesse pacientes estava significativamente reduzida. E imagens de ultra-sonografia mostraram mudanças nas paredes das artérias, indicando que o sangue tinha fluído mais livremente.

    O açúcar do suco de uva é composto por glicose e frutose, é diretamente assimilável, não exige nenhum esforço aos órgãos digestivos, é por tal razão aconselhável para a alimentação de pessoas com diabetes.



    IMG

    Dica: Para pessoas que pretendem adotar o suco de uva com o objetivo de reduzir os riscos de problemas coronários, a pesquisadora recomenda a ingestão de um copo (150ml) por dia. O vinho é contra-indicado a pessoas com elevados níveis de pressão arterial e diabéticos. Se o suco ficar doce demais, adicione um pouco de suco de limão para abrandar a doçura.




    PRECISAMOS FALAR SOBRE A DIABETES.

    No Brasil, 14,3 milhões de pessoas convivem com o diabetes. Deste total, 700 mil estão no Rio Grande do Sul. O Brasil é o terceiro país do mundo com mais crianças com diabetes tipo 1, somente atrás da Índia e dos Estados Unidos. São 30.900 crianças diabéticas, na faixa de 0 a 14 anos.

    Cerca de 415 milhões de pessoas no mundo inteiro convivem com a doença. A perspectiva é de que, se continuar nesse ritmo, em 2040 serão 642 milhões de pessoas com diabetes. PRECISAMOS TOMAR MAIS DO QUE SUCO. PRECISAMOS TOMAR DECISÕES.

    E o diabetes mata precocemente. Em 2015, no Brasil, 42% dos diabéticos que morreram tinham menos de 60 anos. No mesmo ano, cinco milhões de pessoas morreram no mundo por causa do diabetes, mais que a soma dos óbitos causados pela Aids, Tuberculose e Malária.

    BRASIL ASSUME META DE REDUÇÃO DO CONSUMO DE REFRIGERANTES E BEBIDAS AÇUCARADAS

    O Brasil se tornou o primeiro país a assumir metas objetivas e mensuráveis com a Década de Ação das Nações Unidas para a Nutrição. A nação se comprometeu a deter o crescimento da obesidade entre adultos, reduzir o consumo regular de bebidas adoçadas com açúcar em pelo menos 30% no mesmo grupo etário e ampliar em no mínimo 17,8% o percentual de adultos que consomem frutas e hortaliças regularmente. O prazo para o cumprimento dos objetivos é 2019.

    A decisão do país foi anunciada em Genebra, na 70ª Assembleia Mundial da Saúde. Com a decisão, o Brasil é o primeiro Estado-membro a definir o que a OMS estabeleceu como objetivos SMART — sigla em inglês para “específicos, mensuráveis, atingíveis, relevantes e com prazo”.

    Cartilha do Suco de Uva

    Cartilha desenvolvida pelo IBRAVIN.
    Clique aqui para acessar o arquivo, em formato pdf.