IMG-LOGO
BLOG



Conheça o tipo de suco que você está tomando.

No link “Suco de Uva”, você tem acesso a uma cartilha elaborada pelo Instituto Brasileiro da Uva e do Vinho (Ibravin), que explica e esclarece as diferenças entre os sucos que encontramos atualmente no mercado. É UM MATERIAL COMPLETO, VALE A PENA VOCÊ SABER. Fique sabendo a diferença entre néctar, refresco, polpa de fruta, suco tropical, suco misto, suco concentrado, suco natural, suco reconstituído e suco integral. Suco puro, 100% uva, e sem adição de nenhum outro ingrediente se chama INTEGRAL.

O SUCO INTEGRAL é o suco que não foi reconstituído, não foi mexido, ou seja, está na sua concentração natural e sem adição de nada. É PURO, NATURAL, FEITO EXCLUSIVAMENTE com a fruta. É o resultado exclusivo do esmagamento da fruta. Sem adição de água, nem açúcar, e muito menos conservante. Não tem extrato de noz de cola, não tem cafeína. Corante caramelo nem pensar. Acidulante então, tá fora. E aroma natural ou artificial não precisa, porque o produto em si é 100% natural, integral.*

Nós seres humanos estamos sempre buscando os significados das coisas. A gente atribui significado a tudo. E isso se torna amplamente absorvido pela sociedade. Por exemplo, objetos se tornam símbolos da memória de algum local e as fotografias se tornam lembranças de ocasiões especiai. E com as bebidas não é diferente. A cerveja por exemplo passou a simbolizar encontro de amigos, o encontro depois da pelada, um happyhour. A caipirinha é a inseparável companheira no ritual do churrasco. O vinho é o parceiro que não pode faltar naquele jantar a dois, que ajuda no ambiente romântico.

E o suco integral, puro, natural nesses tempos de apelo por uma vida saudável, começa a simbolizar o encontro da família que brinda a saúde e o bem estar dos seus filhos, netos, enfim das nossas crianças, futuro da Nação.

ATENÇÃO: * Há uma exceção prevista em uma Portaria do Ministério da Agricultura n. 001/1987 que permite a adição de conservantes a estes produtos, mas neste caso isso deverá estar expresso nos ingredientes do suco de uva integral.

IMG

Dica: Para pessoas que pretendem adotar o suco de uva com o objetivo de reduzir os riscos de problemas coronários, a pesquisadora recomenda a ingestão de um copo (150ml) por dia. O vinho é contra-indicado a pessoas com elevados níveis de pressão arterial e diabéticos. Se o suco ficar doce demais, adicione um pouco de suco de limão para abrandar a doçura.




A Uva o fruto sagrado das videiras.

“Permanecei em mim, e eu permanecerei em vós. Como não pode o ramo produzir fruto de si mesmo, se não permanecer na videira, assim, nem vós o podeis dar, se não permanecerdes em mim. Eu sou a videira, vós, os ramos. Quem permanece em mim, e eu, nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer (João 15:4-5)

A uva e a videira são elementos presentes na história da humanidade, desde os primórdios. E na Bíblica Sagrada inúmeras são as passagens que se referem à videira e seu fruto, a uva.

E essa realidade, esse ambiente da vitivinicultura e do mundo cristão, esteve presente na minha vida desde criança. Com 13 anos de idade, eu deixava a casa dos meus pais em Bento Gonçalves para começar meus estudos no Seminário Nossa Senhora Aparecida, em Caxias do Sul. Sabe como é, naqueles tempos era sonho de todo pai e toda mãe ter um filho padre. E no meu caso ainda mais, porque meu pai havia estudado durante 11 anos no Seminário de Daltro Filho, da congregação dos Franciscanos. Hoje eu dou graças a Deus por ele não ter se tornado padre. Porque daí eu não existiria. E minhas filhas hoje dizem a mesma coisa, mas são os desígnios de Deus e os mistérios da vida.

Bom, mas voltando ao tema, lá estava eu, uma criança de 13 anos, num lugar estranho, em que se estudava muito e se rezava mais ainda. Mas também nós trabalhávamos, em serviços dos mais diversos. Desde secar louça e lavar vidros, passando pela horta e pelos pomares, e no cuidado das videiras (ou parreiras, parreirais). O Seminário tinha uma propriedade bastante considerável coberta de parreirais, que produziam milhares de quilos de uva todo ano. E o fruto era levado até uma cantina próxima, e viria a se tornar o vinho e o suco que tomaríamos durante o ano todo. Na época da colheita da uva, era formado mutirão com todos os seminaristas para o trabalho. E eu fazia questão de acompanhar os carretões que transportavam a uva até a cantina. E lá eu me informava sobre o processo de produção do vinho e do suco, que naquele tempo eram elaborados ainda de forma rústica, com maquinários bem antigos. Tornava-se quase um processo artesanal. E aquele líquido que ia para os garrafões depois faziam nossa alegria nas refeições. O vinho, porém, servido de forma muito controlada, máximo um copo cada um e apenas nas quartas-feiras e nos domingos. O suco não tinha restrição e era servido à vontade.

Cartilha do Suco de Uva

Cartilha desenvolvida pelo IBRAVIN.
Clique aqui para acessar o arquivo, em formato .pdf.